segunda-feira, 9 de maio de 2011

EU USO UMA MÁSCARA


Por Bárbara de Medeiros

Eu uso uma máscara.

Eu uso uma máscara.

Eu uso uma máscara.

Eu uso uma máscara.


Minha máscara não é de papel.

Não é de cartolina.

Não é de papelão.

É de ferro.


Minha máscara não ataca.

Não machuca.

Não irrita.

Me protege.


Minha máscara não faz mal aos outros.

Mas sim a mim mesmo.

Mas, no final do dia,

Eu uso uma máscara.

E sou feliz assim.

* Bárbara tem 13 anos.

4 comentários:

Anônimo disse...

O poema esá lindo, sincero como só uma criança consegue.

L.W. disse...

Bárbara transcende a essas classificações históricas de criança/adulto. Bárbara vai além disso. Bárbara é rara e cara, como o pai.

Leo disse...

Bárbara é bárbara.

leonardomenezes@facenemossoro.com.br

Bárbara de Medeiros disse...

Obrigada, Leo! :)